18 de fevereiro de 2011

as imagens (não) demonstram

Dar uma fotografia antiga a um aluno. Agora oferece uma história a esta cara congelada, trá-la ao aqui e ao agora. O tempo transforma em verdadeiro aquilo que já foi falso, dizia Proust algures. Este é o resultado de um pequeno exercício de imaginação.




15 de fevereiro de 2011

A memória é anti-oxidante

Aquele que envelhece e que segue atentamente esse processo poderá observar como, apesar de as forças falharem e as potencialidades deixarem de ser as que eram, a vida pode, até bastante tarde, ano após ano e até ao fim, ainda ser capaz de aumentar e multiplicar a interminável rede das suas relações e interdependências e como, desde que a memória se mantenha desperta, nada daquilo que é transitório e já se passou se perde.

Hermann Hesse, in Elogio da Velhice

Uma exposição que o Arquivo quer ver...


Em 2011 o Museu da Chapelaria, em São João da Madeira, propõe um novo ciclo de exposições temporárias intitulado “Artes e Ofícios. Memórias e Identidades” que pretende reflectir acerca da importância do trabalho na estruturação das identidades de diferentes comunidades.

A abrir este ciclo apresenta-se a exposição “Vidas de Mar” que o convida a olhar de perto as histórias, os instrumentos de trabalho e os contextos daqueles que têm no mar o sustento da sua vida, expondo também os diferentes códigos sociais e até mesmo linguísticos que habitam este mundo tão especial.

14 de fevereiro de 2011

Área projecto - 7º A

Este mês começámos o "trabalho de campo" com os alunos do 7ºA.
Todas as quinta-feiras 10 alunos vão para o Lar. Uns gravam e recolhem histórias de vida, outros navegam pela Internet com os mais velhos. Há quem peça para ver a Torre Eiffel no Google, como há quem prefira aprender a jogar damas.
O resto da turma fica na sala de aula e divide-se entre o acondicionamento de fotografias antigas, a digitalização das mesmas, a realização de uma base de dados e a criação de um livro que descreva, recriando, o projecto que está a ser desenvolvido (e vivido) por todos. Aqui vão algumas fotos dessa "história de vida" que temos com o 7ºA.


9 de fevereiro de 2011

Almoço em Ervamoira e apresentação do projecto à Unesco e Gulbenkian

foto: António Martinho Baptista

Veja aqui http://laurindaalves.blogs.sapo.pt/2011/01/?page=4 um pequeno texto e algumas fotos da jornalista e escritora Laurinda Alves sobre o dia que passou em Foz Côa a conhecer o projecto Arquivo de Memória.

8 de fevereiro de 2011

Dona Ester



A Dona Ester foi a primeira pessoa do Lar a ser entrevistada pelos nossos colaboradores Ana Carolina, Rita e David, do 12º A. Foi durante vários anos proprietária de uma taberna no Largo do Tablado, onde muita gente parava para provar os seus petiscos. Contou-nos histórias desse tempo. Estavam tão vivas todas as recordações. E de repente, foi possível sentir o cheiro do peixe frito que fazia ou das laranjas que vendia à porta.

7 de fevereiro de 2011

Arquivo no Café Portugal

Veja aqui http://www.cafeportugal.net/pages/iniciativa_artigo.aspx?id=2965 o artigo que a jornalista Ana Clara escreveu sobre o nosso projecto.

Quando as abelhas do Sr. Reinaldo estavam doentes

  video

Gala da Associação Juvenil Gustavo Filipe

Foi com grande honra e gratidão que a ACÔA recebeu ontem na 7ª Gala AJGF o prémio Associação do Ano pelo seu trabalho desenvolvido no projecto Arquivo de Memória do Vale do Côa. A Ana, a Rita e o David do 12ºA, bem como 3 alunos representantes do 7ºA (as duas turmas da Escola Secundária Adão Carrapatoso de Vila Nova de Foz Côa que colaboram neste projecto) subiram ao palco com a nossa equipa e receberam diplomas de mérito. Estão todos de parabéns.
Obrigado AJGF e todos que nos têm ajudado a cumprir os nossos objectivos.